A 360 é a primeira a descodificar Kraken Ransomware

Maio 7, 2018360TS

Recentemente, a 360 Security Center descobriu o Kraken 2.0. Ao contrário do que acontece com o ransomware tradicional, o Kraken não pede que as vítimas paguem em Bitcoin ou outros câmbios digitais para recuperarem os ficheiros. Em vez disso, pede-lhes que comprem cartões de oferta.

Depois de ser executado, o malware instala-se numa pasta especifica do sistema e encripta todos os ficheiros e documentos no disco. Não anexa ou altera a extensão do ficheiro para que os ficheiros não possam mais ser abertos apesar do nome do ficheiro parecer ser o mesmo.

Depois dos documentos estarem encriptados, este malware pede que os utilizadores comprem um cartão oferta de 50$ da PSN ou PaySafeCard. Vai desencriptar os ficheiros de acordo com o estado de pagamento. Com base nestas observações, o Kraken 2.0 parece mais um vendedor de cartões de oferta do que um vigarista de dados.

É interessante o facto deste ransomware também oferecer um canal gratuito de desencriptação para determinadas pessoas. Para ter acesso à desencriptação gratuita, as vítimas têm de entregar uma declaração que prove que são desenvolvedores de software ou trabalhadores de um serviço hospitalar.

Se não tiver direito à desencriptação gratuita, não tem de se preocupar. A ferramenta de descodificação de ransomware da 360 suporta o Kraken 2.0. Pode guardar os seus ficheiros com apenas um clique. A ferramenta de desecnriptação de ransomware 360 é a ferramenta de desecnriptação mais poderosa do mundo e suporta centenas de desencriptações de ransomware.

Baixar: https://www.360totalsecurity.com/pt/download-free-antivirus/#anti-ransomware